"Todos os devaneios que me vão na cabeça, que me foram da cabeça e que me hão-de vir até à cabeça. Todas as mentiras e verdades que me foram impostas, todas as torturas que eu vi. Todos os momentos; um principio de vida, o meu desnascer."
Sexta-feira, 9 de Fevereiro de 2007
O Nim é uma opção?

Parece-me muito razoável. Permite mais do que em Espanha, onde os abortos são feitos à luz do perigo para a saúde psíquica - a proposta inclui as razões de natureza económica ou social (repito, "ou social"), até às 16 semanas, o que parece resolver todos os casos em que actualmente, e injustamente, o aborto é punível. Para tal, bastaria certificar: "através de atestado médico, escrito e assinado antes da intervenção, por médico diferente daquele por quem, ou sob cuja direcção, a interrupção é realizada." Mais uma vez, muito razoável. E a Assembleia da República teria toda a legitimidade para fazer esta alteração - já foram feitas alterações semelhantes, por exemplo no alargamento dos prazos.
Mas o pior é que o referendo não é sobre isto. É sobre uma nova alínea: " a) a pedido da mulher e após uma consulta num Centro de Acolhimento Familiar, nas primeiras dez semanas de gravidez, para preservação da sua integridade moral, dignidade social ou maternidade consciente; ". Até às 10 semanas, a pedido da mulher, seja por que razão for. Em vez de enumerar os casos em que a sociedade acha legítimo abortar (e que, como vimos em cima, podem ser muitos), esta alínea permite tudo, desde que seja até às dez semanas, mesmo razões que podemos ainda não imaginar. Esta alínea já me incomodava antes de me ter ocorrido que, por exemplo, uma mulher pode abortar se já souber o sexo do filho e não estiver interessada. Se calhar a sociedade também quer permitir isso, admito. E se for por não ter olhos azuis? Ou por vingança depois de uma discussão com o outro progenitor? (para não falar nos direitos deste, que embora sejam impossíveis de defender na prática, por vários motivos, devem ser tidos em consideração).
Quando se permite tudo, as possibilidades são ilimitadas.
Gostava que alguém com algum peso político criasse um Movimento pelo NIM, que apelasse ao voto em branco, que é validamente expresso, e à assinatura simultânea de uma petição para que a AR legislasse no sentido da alínea C sem a alínea A. Se os votos em branco fossem suficientes, o referendo não teria validade jurídica, mas a mensagem política seria clara. Mas não é esse o país que temos. Como só me dão estas duas hipóteses, vou ser obrigado a votar TALVEZ, na esperança que mais tarde saibamos lidar com os novos problemas que vamos criar.
 
 
Não percebo este referendo. Não concordo com a situação actual mas o que vai ser referendado é ir longe de mais. Não concordo com as posições mais frequentemente defendidas por ambos os lados, mas raramente ouço vozes moderadas. O projecto de lei que está disponível no sítio do grupo parlamentar do PS (http://ps.parlamento.pt/?menu=ivg) propõe alargar as condições actuais em que se permite o aborto para não punir: c) caso se mostre indicado para evitar perigo de morte ou grave e duradoura lesão para o corpo ou para a saúde física ou psíquica, da mulher grávida, designadamente por razões de natureza económica ou social, e for realizada nas primeiras 16 semanas de gravidez;


publicado por faustofigueiredo às 17:35
link do post | comentar | favorito
|

o que voçês queriam saber sobre mim
procure aqui
 
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

MEU NOVO BRINQUEDO DO BRA...

XAU

O NOVO BRINQUEDO DO FAUST...

FAUSTO DEIXOU DE SER MILI...

Composição do João

NÃO SOU CANDIDATO A LIDER...

O festival da canção e aq...

O futuro foi feito no ant...

Algo sobre as passitas de...

Fumex

Gilberto Vicente - um esg...

CESARIANA = GAY - Teorias

Resposta estupidas para p...

Informático-dependente

Uma gaivota de Abril, uma...

Velharias

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

tags

todas as tags

links
famoso piquenique
curiosos
alquiler de pisos
alquiler de pisos
blogs SAPO
subscrever feeds