"Todos os devaneios que me vão na cabeça, que me foram da cabeça e que me hão-de vir até à cabeça. Todas as mentiras e verdades que me foram impostas, todas as torturas que eu vi. Todos os momentos; um principio de vida, o meu desnascer."
Segunda-feira, 7 de Maio de 2007
ALBERTO J. JARDIM, O IMPERADOR DA MADEIRA
Mais uma eleições e já está, Alberto João Jardim, outra vez o Imperador da Madeira!
Não me cabe a mim criticar este homem, pois apesar do seu estilo muito próprio, não tenho informações que me permitam julgar o gajo, embora me ria bastante com algumas coisas que já vi dele; o que sei são os seguintes factos:
- Estudou Direito na minha Coimbra, onde esteve 10 anos para tirar o curso e acabou-o com uma média muito baixa; mas pelo menos tem um curso, que tirou legitimamente e nada me diz que não possa saber tanto de Direito como um qualquer com média 19.
- Em Coimbra vivia numa “República” que tinha uma “vaca” na varanda, ou seja, uma pipa de 550 litros de vinho coberta por uma pele de vaca onde os estudantes iam frequentemente mamar na tetinha.
- Ganhou sempre as eleições na Madeira e sempre com Maioria Absoluta.
- As pessoas que conheço que estão a dar aulas na Madeira adoram aquilo e dizem que está "muito à frente" em relação cá ao Continente.
- Por alturas da nossa espécie de revolução, a dos cravos, a Madeira era só a Região mais pobre de Portugal, hoje é a 2ª mais rica, só sendo batida pela centralizada região de Lisboa.
- Quando o espécie de engenheiro foi para o Governo em 2005, Portugal era o mais pobre da Europa dos 15, hoje em 2007 na Europa dos 25, já fomos ultrapassados por mais 4 países, estamos agora em 19º e brevemente a Polónia e a Hungria passam por nós como se estivéssemos parados (parados já nós estamos). Não sei se até 2009, o engenheiro UNI, nos conseguirá atirar para o 23º posto, pois só mesmo a Roménia e a Bulgária é que ainda estão muito longe de Portugal, mas se voltar a concorrer e ganhar em 2009, em 2013 seremos seguramente o 25º! Enfim orgulho, os primeiros… do fim.
Alberto João Jardim adora prestar declarações à Imprensa. A Imprensa adora registar a comédia sempre implícita no seu discurso. Divertimo-nos com os disparates, com a exibição descarada da tirania do barão. Divertimo-nos com Alberto João Jardim como, antigamente, nas terras pequenas, se divertiam com o maluco da vila. O maluco já era maluco, o da Madeira ganhou esse estatuto. Ele é o maior lá, no sítio das bananas! Não tem meias medidas, diz e faz o que bem quer e entende. Um ‘diplomata’ dos tempos modernos, longe daquele, chato, conceito tradicional desta categoria, que exibe o seu lado mais vulgar e rude por onde quer que passa. Utilizando uma linguagem banal, demasiadamente ‘arruaceira’ para um político com a sua posição. É vê-lo gritar, beber copos em amena cavaqueira, e até desfilar no Carnaval. Já repararam bem no carisma do homem na Madeira? E na forma ‘corriqueira’ e ‘bairrista’ que tão bem caracteriza os seus empolgantes discursos? Há quem diga que Alberto João tem a síndrome do exibicionismo, e não perde uma deixa para mandar umas ‘bacoradas’ lá da Ilha para os de Lisboa, assim em jeito de Pedro Abrunhosa “Hei, eu estou aqui!”. Este senhor é somente a figura mais importante da Madeira e não há quem de lá o consiga tirar, ou sequer causar-lhe medo. Desde que ganhou as primeiras eleições após o 25 de Abril de 1974. “A Madeira, agora, é nossa!” - Disse recentemente Jardim, mas cá para mim o que ele queria dizer é que “A Madeira, agora, é minha!”, embora isto seja apenas uma interpretação minha e como a língua portuguesa nem sempre é muito clara... Todavia, este homem tem defendido e zelado pelos interesses da Madeira como ninguém certamente o faria. Fá-lo com garra, determinação, embora alguns prefiram chamar-lhe autoritarismo ou Salazarismo, e não se cansou de dizer, pelo menos nas últimas eleições, que “Eu sou a mão do vosso pensamento!”. Agora que ganhou, o Alberto pretende isolar a Madeira, construir um arquipélago com leis próprias, uma constituição personalizada para os madeirenses, criando aquilo a que apelidou de ‘Federação Portuguesa’. Este homem fala de democracia e luta contra os ‘fascistas madeirenses’, os socialistas do arquipélago, mas esquece-se da corrupção, da pedofilia, etc., que por ali abunda e da pobreza que, quer ele queira quer não, continua a existir. Quando chega ao Continente o seu partido faz-lhe uma vénia. Por isso, o “Rei das Bananas”, como carinhosamente lhe chamo (afinal nós cá também temos bom humor), referiu numa certa entrevista: “Eu não tenho ambições junto daquela gente, onde seria infeliz”. Dá vontade de perguntar “Então o que é que vem cá fazer? Chatear o Engenheiro?”, mas como sou educado, opto pela indiferença. Sim, porque caso não tenha percebido “aquela gente” sou eu, você e mais uma quantidade infindável de portugueses! Tanto exibicionismo não é nada positivo, e nessa situação o povo pode virar-se e passar a considerá-lo persona non grata. Lá se acabam as jantaradas, os copinhos de whisky, os desfiles de Carnaval, os insultos à Dr. Jardim, e toda a vulgaridade que rodeia o governante da Madeira. As bananas ficavam lá, mas o Rei é que deixava o trono. Já agora, iria ele para perto da gente que o faz infeliz, sentar-se no Parlamento e ser mais um deputado? Uma questão, por agora, sem resposta, mas que o meio-engenheiro deve estar a rezar para que não se concretize.
 


publicado por faustofigueiredo às 16:04
link do post | comentar | favorito

o que voçês queriam saber sobre mim
procure aqui
 
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

MEU NOVO BRINQUEDO DO BRA...

XAU

O NOVO BRINQUEDO DO FAUST...

FAUSTO DEIXOU DE SER MILI...

Composição do João

NÃO SOU CANDIDATO A LIDER...

O festival da canção e aq...

O futuro foi feito no ant...

Algo sobre as passitas de...

Fumex

Gilberto Vicente - um esg...

CESARIANA = GAY - Teorias

Resposta estupidas para p...

Informático-dependente

Uma gaivota de Abril, uma...

Velharias

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

tags

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds