"Todos os devaneios que me vão na cabeça, que me foram da cabeça e que me hão-de vir até à cabeça. Todas as mentiras e verdades que me foram impostas, todas as torturas que eu vi. Todos os momentos; um principio de vida, o meu desnascer."
Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2007
TUDO TEM UM FINAL, FELIZ OU NÃO

 

Enquanto a minha insanidade nesta minha passagem terrena me acompanhar, a memória de meu Ramsés estará no peito.
Não sei porque me marcaste tanto, tendo eu já visto, infelizmente, vários animais a adormecerem eternamente.
Foi esta a altura que escolheram para te libertares completamente das linhas que prendem parte da tua alma a este mundo, e seguir o teu novo caminho para a tua nova casa, seja onde for. É confortante imaginar os teus olhinhos amarelos, enormes, a brilharem novamente, encontrando uma nova e interessante luz. Segue em frente meu fofo, pois nesse novo planeta, vais encontrar muitos como tu, e eles serão os teus novos amigos. Tens muito espaço e muitas coisas bonitas para brincar. Já viste a quantidade de novelos de lã e peças de xadrez que tens por aí? E pão? Tanto… Tudo para ti, e para sempre!...
Corre, rebola, faz asneiras, brinca, aproveita tudo o que tens para ser mais feliz do que nunca. Agora, o teu corpo já não vai doer, porque aí não há carros para te fazerem mal. O teu olhar de bebé e de ingénuo, mas com muita vontade em ver, aprender e tocar e destruir todas as coisas, vai encantar todos os que te encontrem pelo caminho.
Como vês, estares nesse mundo é muito bom para ti. Aqui, onde eu estou, há muito sofrimento, há fome, há doenças, há guerras, automóveis... nem dá para descrever tudo.
Um dia mais tarde, todos nos vamos encontrar no mesmo sítio. 
Promete-me apenas que vais aproveitar ao máximo cada segundo da tua nova experiência. A tua felicidade é a felicidade de todos os que conviveram contigo. E agora vou-te deixar seguir em frente, sem voltar a olhar para trás. A minha homenagem para ti termina assim.
 
 
"inté Ram, minha bola de pêlo"


publicado por faustofigueiredo às 17:46
link do post | comentar | favorito

6 comentários:
De São Banza a 9 de Dezembro de 2007 às 20:09
Meu querido amigo, deixe que o abrace fraternalmente e lhe diga baixinho: a Lais espera por ele e irá aquecê-lo com aquela ternura imensa que foi a única a aceitar-me incondicionalmente!
Do coração, uma pacífica semana!


De Anónimo a 11 de Dezembro de 2007 às 10:56
O tempo passa...Mas a memória não se desvanece.
Será possivel esquecer...um dia?
Poderá a memória petrificar-se e transformar-se num gigantesco rochedo que o tempo, a pouco e pouco, vai desfazendo?
Terei o coração a esboroar-se como argila seca?
Será? Será possível?
Entretanto, enquanto o tempo não passa, tenho-te aqui.
Presente.
Ausente.
Tenho-te na memória...
Vejo-te, revejo-te. E sinto-te...
Sinto-te!
E a minha mão voa, involuntária, para o teu rosto...
É nesse momento que me faltas...na ponta dos meus dedos...
E aconchego-me no meu silêncio.
Torna-se mais forte essa imagem de pó a esvair-se por entre os meus dedos...
Enfim...
Tudo tem um fim, feliz ou não...
Espero que o "Ram" seja feliz, onde quer que esteja!
beijo


De gilberto_duwens a 11 de Dezembro de 2007 às 12:49
obrigado


De faustofigueiredo a 23 de Janeiro de 2008 às 14:44
um beijo e obrigado


De Taty a 11 de Dezembro de 2007 às 17:20
Sabe do que sinto falta em vc... qdo aparecia no monitor a escrever... so tu entendia mas eu tentava kkkk é que escrita de gato, e uma coisa meio complexa... kkk
Com muito carinho para esta bolinha de pêlo especial...

De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto.

De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama.

De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente.

Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente.

beijos TATY


De gilberto_duwens a 12 de Dezembro de 2007 às 19:35
lindo e fofo


Comentar post

o que voçês queriam saber sobre mim
procure aqui
 
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

MEU NOVO BRINQUEDO DO BRA...

XAU

O NOVO BRINQUEDO DO FAUST...

FAUSTO DEIXOU DE SER MILI...

Composição do João

NÃO SOU CANDIDATO A LIDER...

O festival da canção e aq...

O futuro foi feito no ant...

Algo sobre as passitas de...

Fumex

Gilberto Vicente - um esg...

CESARIANA = GAY - Teorias

Resposta estupidas para p...

Informático-dependente

Uma gaivota de Abril, uma...

Velharias

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

tags

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds