"Todos os devaneios que me vão na cabeça, que me foram da cabeça e que me hão-de vir até à cabeça. Todas as mentiras e verdades que me foram impostas, todas as torturas que eu vi. Todos os momentos; um principio de vida, o meu desnascer."
Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2007
PAI-NATAL ESCALANTE E PENDURADO

Esta época faz-me logo lembrar os momentos, quando ainda na puberdade, apostava com os meus irmãos onde meus pais tinham escondido os presentes. Momentos fantásticos, com o meu tio Jaime, ridiculamente vestido, com aquelas vestes vermelhas à Pai Natal, e ainda, aquele momento ridículo, estes sim deprimentes, em que o meu irmão cheirinha, levava a criançada irrequieta, a ver a estrela, que segundo ele, eram as renas do pai natal, etc.… Meu Deus, o pior era as criancinhas acreditarem. Hoje devem rir à gargalhada quando se lembram da figurinha do meu irmão, além de ser feio mentir às criancinhas. Agora já não é preciso irem ver a estrela, basta olhar para os prédios. E agora já não é o Pai-Natal, são os Pai-Natais. Por toda a parte se vê Pai-Natais. Por todo o lado, em tudo quanto é janela, varanda, batente de porta existe um Pai-Natal pendurado. Seja a escalar uma escada, equilibrado num balancé e agora uma nova moda que é vê-los em bicicleta, essa então é demais, ou apenas seguro a uma corda, ele lá está vermelhasco e entregue às intempéries. Não sei que fenómeno foi este que afectou colectivamente quase todo o portuga, mas o que é certo é que poucas são as casas de família que escapam a esta tendência de mau gosto levado até ao extremo. Aparentemente carradas de gente invadiu tudo quanto é loja dos 300 e de chinocas para adquirir compulsivamente e sem nenhuma reflexão, tudo quanto era Pai-Natal passível de ser pendurado. Até na minha terrinha de eleição existe uma casa que ostenta em sua fachada um Pai-Natal a fazer slide. Sim, sim a fazer slide. Eis o motivo da minha revolta, considero esta manifestação de espírito Natalício completamente desmesurada e visualmente agressiva e de muito mau gosto. Trata-se seguramente de uma ofensiva Natalícia orquestrada no mínimo, pelo Bin Laden ou pelo Bush.

É de estrema importância que nós, os últimos portugueses lúcidos, se juntem a mim nesta luta! Vamos criar uma milícia de dimensão nacional que, munida de potentes tesouras e atacando a coberto da noite, vá despojando as casas deste país destes Pais-Natal Escalantes e Pendurados!

Vamos para a luta amigos, unidos venceremos!



publicado por faustofigueiredo às 14:59
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De São Banza a 21 de Dezembro de 2007 às 16:11
Também já tinha dado por esses Pai-Natais trepadores e com deprimentes sacos vazios!!...
Conte com a minha tesoura solidária!
Para si e quem desejar, os meus desejos sinceros de alegres festas,Natal de paz e de um 2008 muito melhor do que 2007!!


De São Banza a 23 de Dezembro de 2007 às 18:09
QUE O GRANDE ESPÍRITO O GUARDE E A QUEM O ESTIMA , AGORA E SEMPRE!
Abraço fraterno.


Comentar post

o que voçês queriam saber sobre mim
procure aqui
 
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

MEU NOVO BRINQUEDO DO BRA...

XAU

O NOVO BRINQUEDO DO FAUST...

FAUSTO DEIXOU DE SER MILI...

Composição do João

NÃO SOU CANDIDATO A LIDER...

O festival da canção e aq...

O futuro foi feito no ant...

Algo sobre as passitas de...

Fumex

Gilberto Vicente - um esg...

CESARIANA = GAY - Teorias

Resposta estupidas para p...

Informático-dependente

Uma gaivota de Abril, uma...

Velharias

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

tags

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds