"Todos os devaneios que me vão na cabeça, que me foram da cabeça e que me hão-de vir até à cabeça. Todas as mentiras e verdades que me foram impostas, todas as torturas que eu vi. Todos os momentos; um principio de vida, o meu desnascer."
Sexta-feira, 30 de Maio de 2008
NÃO SOU CANDIDATO A LIDER DO PPD/PSD
Estou aqui para dizer a todos os portugueses que:
- Que o PSD está “balcanizado”.
 - Que o PSD está fragmentado em várias facções.
 - Que não fiz nenhum esforço no sentido de apresentar um programa de acção para ganhar as eleições.
 - Que estou convencido que aqueles quatro malucos estão mais apostados nos seus ajustes de contas pessoais.
 - Que do lado de um sector que é colaboracionista do sistema político vigente, um grupo de “finórios burgueses de salão”, que tenta passar por elites, mas que não passam de uns indigentes político-culturais.
 - Que não sou «suicida» e sempre fui coerente.
 - Que o PSD está numa situação trágica de continuar a andar à mercê daquilo que diz a comunicação social de esquerda.
 - Que independentemente dos apoios que recolhi, «mesmo tendo tropas, um general deve fazer um reconhecimento do terreno e só depois é que vai colocar o dispositivo. Eu tenho de saber qual é o dispositivo e como o ponho no terreno. Claro que, se amanhã, todos estes grupos, grupelhos e grupões fossem pessoas que se detectasse que não querem nada disto. E que o grosso da coluna quer é um candidato acima disto, aí eu continuo não disponível.
 - Que é triste ver o partido assim, esfrangalhado».
 - Que continuo a achar que «eles vão suicidar-se todos, eu conheço aquelas criaturas. Vão entrar à pancada uns com os outros. Eu estou aqui, a observar o terreno. Estou com uns binóculos, a ver como é que se pode colocar o dispositivo».
- Que os candidatos a lideres do PSD não se tratam de “generais”, tal como disse, pois, «general sou eu. São uns capitães, uns tenentes, uns alferes. Agora, é preciso ver o que é que a infantaria e os comandos querem».
 - Que tenho a certeza que eles querem brincar às facções. Eu pergunto, quem sou eu para os impedir de se divertirem»?
 
Portanto e concluindo:

 - EU, FAUSTO FIGUEIREDO, NÃO SOU CANDIDATO A LIDER DO PPD



publicado por faustofigueiredo às 16:22
link do post | comentar | favorito

o que voçês queriam saber sobre mim
procure aqui
 
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

MEU NOVO BRINQUEDO DO BRA...

XAU

O NOVO BRINQUEDO DO FAUST...

FAUSTO DEIXOU DE SER MILI...

Composição do João

NÃO SOU CANDIDATO A LIDER...

O festival da canção e aq...

O futuro foi feito no ant...

Algo sobre as passitas de...

Fumex

Gilberto Vicente - um esg...

CESARIANA = GAY - Teorias

Resposta estupidas para p...

Informático-dependente

Uma gaivota de Abril, uma...

Velharias

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

tags

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds