"Todos os devaneios que me vão na cabeça, que me foram da cabeça e que me hão-de vir até à cabeça. Todas as mentiras e verdades que me foram impostas, todas as torturas que eu vi. Todos os momentos; um principio de vida, o meu desnascer."
Quinta-feira, 12 de Abril de 2007
ENTREVISTA COM DEUS, O NOSSO DEUSIGNER

Deus é um brincalhão. Um experimentalista inventor, que criou esta gaita toda. Deus criou o Homem não à sua imagem, mas como Designer que é (devo dizer Deusigner) decidiu criar um macaco sem pelos que pudesse comunicar de forma diferente e animar um pouco a malta que naquela altura era um pouco monótona. Só que como Deus (Deusigner) que é, não poderia criar logo uma obra perfeita. Decidiu passar alguns milhões de anos a entreter-se no seu projecto megalómano, a OTA lá do sítio, para que tivesse uma obra mais pomposa. Digamos, mais tipicamente sua no fim.
E assim criou o homem
E criou um macaco sem pelo para ser diferente dos outros
Só que... Cometeu um erro, (ou nem por isso, porque como é Deus ele sabe Tudo que faz e logo é tecnicamente impossível cometer erros porque ele está cientes deles e até os comete propositadamente (aqui uma pessoa muito amiga minha diz que Deus é sádico e eu devo concordar com isso). Criou o macaco sem pelo. Mas com as necessidades fisiológicas como todos os outros animais!
Ou seja, o sexo.
E aqui é que a criação deu bode. O pobre animal vagueou de gaja em gaja sem parar porque estava nu, li isto numa passagem bíblica. E é verdade. Nasceu aí o "pecado" (claro que tal coisa não existe mas é evidente que é uma coisa não sensata que o Homem faz). E que coisa é essa? Não é praticar sexo sem parar (como os religiosos entenderam... e entenderam mal (estúpidos são estes humanos!). É praticar sexo (ou diria até Fornicar) sem parar, à desresponsável (sim porque o sexo é para ser feito responsavelmente como diz Deus, apesar de ele também apelar à "maluquice"). E é fornicar sem parar com este e com aquele, e cruzando tudo, estou com este e depois com aquele quase ao mesmo tempo e a certa altura engravida-se alguém.
Pois!
Foi isso que deu bode. A humanidade atingiu os seus 6 biliões de habitantes (6000000000) e assim surgiram todas as guerras, opressões, injustiças e catástrofes de poluição e destruição ambiental.
Diz Deus (o Deusigner) em entrevista ao canal estatal: - "Eu quis e quero que eles cozam” – “Eu quero que tenham o maior dos prazeres com sexo e a sua diversão social, mas que não ultrapassem o meu limite de 1 bilião ou 2 no máximo, não mais que isso!”
“No fundo disse crescei e multiplicai-vos, mas não disse, crescei e multiplicai-vos para aí a dar com um pau!” – “A Terra só aguenta 1 bilião –tenham isso em conta."
E adverte:
"Eu já tentei tudo (inclusive impor-vos a monogamia para que vocês funcionassem, mas fracassou. Vocês, simplesmente, não conseguem manter a vossa fidelidade amorosa (e com ela fracassam no todo e verdadeiro significado do amor: a união de duas pessoas), e quando digo união é uma coisa bela e mágica, uma união espiritual."
Continua e ameaça (porque é sádico e no fundo ele é quem manda nesta gaita toda), "Eu vou agora apostar nas catástrofes climáticas e geológicas para ver se limpo uns quantos de vocês. Pode ser que acordem ao pensar no que fizeram. E vou fazê-lo até aparecer em 2013, o ano do maior castigo". E porque o 13? Sim, Deus (o experimentalista brincalhão) vive na obsessão dos 13 desde os seus treze anos, desde que criou o homem e as treze raças iniciais. "Antes tinha também a obsessão dos sete. Como podem ver criei as sete notas musicais, as sete cores do arco-íris, os sete dias da criação, os sete pecados mortais, as sete dimensões do universo...." Deus adverte e confessou-nos estar zangado com o Vaticano, ameaçar com uma nova idade do gelo, é contra a tecnologia em larga escala (como a clonagem, a manipulação genética e a indústria dos químicos), é um acérrimo defensor do ambiente (afinal é a sua criação), bebe uns copos de vez em quando (mas duma bebida que não temos na Terra porque diz que o álcool faz mal), advoga a homossexualidade, prefere a monogamia e diz que Bush, Bin Laden e os lixeiros em greve são tão iguais como o teu pai, a tua mãe ou a prostituta ali do lado. Deus disse também que ia ser Salazar o próximo vencedor (e o mais desejável) e ele diz que vamos ter algo que vai mudar profundamente Portugal ainda antes das eleições e que nos vai fazer levar a votar neste candidato indirectamente.
Mais não disse Deus, que seguiu o seu caminho, e para que nada o aborrecesse desligou o telemóvel e o Messenger.
 


publicado por faustofigueiredo às 15:53
link do post | comentar | favorito

o que voçês queriam saber sobre mim
procure aqui
 
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

MEU NOVO BRINQUEDO DO BRA...

XAU

O NOVO BRINQUEDO DO FAUST...

FAUSTO DEIXOU DE SER MILI...

Composição do João

NÃO SOU CANDIDATO A LIDER...

O festival da canção e aq...

O futuro foi feito no ant...

Algo sobre as passitas de...

Fumex

Gilberto Vicente - um esg...

CESARIANA = GAY - Teorias

Resposta estupidas para p...

Informático-dependente

Uma gaivota de Abril, uma...

Velharias

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

tags

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds